segunda-feira, 26 de setembro de 2011

Viva bem e com saúde

Especialista fala sobre pressão alta, angina, infarto e fornece dicas para conservar o coração saudável

A hipertensão arterial é um importante fator de risco para angina, infarto e outras doenças, como derrame cerebral (acidente vascular cerebral – AVC), impotência, insuficiência cardíaca e renal, trombose arterial das pernas e outras partes do organismo, como os olhos. A pressão alta ou hipertensão arterial acontece quando os valores das pressões máxima e mínima são iguais ou ultrapassam os 140/90 mmHg (ou 14 por 9). “Valores entre 12 por 8 e 14 por 9 são considerados limítrofes, ou pré-hipertensão, e podem merecer tratamento em alguns casos, conforme recomendação médica”, esclarece o cardiologista Fernando Oliveira, que atua na Coordenação Ambulatorial da Secretaria Municipal de Saúde de Goiânia. O especialista enfatiza que as pessoas que têm maior risco de se tornarem hipertensas são aquelas que não têm hábitos alimentares saudáveis, ingerem bastante sal, não fazem atividades físicas, exageram no consumo do álcool, são diabéticas ou possuem familiares hipertensos. “Após os 55 anos, mesmo as pessoas com pressão arterial normal, há 50% de chance de se desenvolver a hipertensão”, enfatiza.

O QUE É INFARTO E ANGINA
Infarto do miocárdio é quando parte do coração não recebe oxigênio em quantidade suficiente, causando a morte do músculo cardíaco chamado miocárdio. “A causa é a obstrução de uma ou mais artérias do coração, por placas de gordura e outros elementos do sangue”, detalha o cardiologista.
Segundo Fernando Oliveira, angina do peito significa dor no peito, causada pela pouca irrigação de sangue do músculo do coração. “É nome dado à dor que antecede ao infarto. Nem todas as vezes que surgem dores no peito é um prenúncio de infarto. A dor no peito suspeita é aquela que surge depois de esforços físicos, dura poucos minutos e vai embora”, alerta. Os fatores de riscos, de acordo com o médico, são hipertensão arterial, tabagismo, colesterol e triglicérides altos, diabetes, estresse, peso acima do normal e história familiar de doença cardíaca prematura (parente de 1° grau com menos de 55 anos).

PREVENÇÃO
Quem já é hipertenso (pressão igual ou acima de 14 por 9) ou tem a pressão arterial limítrofe (acima de 12 por 8 e inferior a 14 por 9) deve fazer controle médico periódico e seguir as orientações médicas. Para prevenir e controlar a hipertensão, Fernando Domingos recomenda atividades físicas regulares (de pelo menos 30 minutos ao dia, quatro ou mais vezes por semana), reduzir o consumo de sal da alimentação (não use o saleiro, evite alimentos prontos e industrializados, utilize outros temperos), manter o peso adequado (reduzir o peso se tiver sobrepeso ou obesidade), controlar o estresse (sono adequado, controle da ansiedade e depressão, relaxamento) e, se necessário, utilizar medicamentos prescritos pelo médico de forma constante. “Mesmo com hábitos saudáveis, a maioria dos hipertensos precisa utilizar medicamentos. Na prevenção de angina e infarto, além dessas orientações, deve haver um melhor controle do colesterol, triglicérides, evitar o tabagismo, o consumo excessivo de álcool e, se o paciente for diabético, deve-se controlar com cuidado a doença seguindo sempre as orientações médicas”, completa.

Dicas para um coração saudável

• Meça a pressão, a glicose (açúcar) e as gorduras (colesterol e triglicérides) pelo menos uma vez por ano
• Pratique exercícios físicos pelo menos quatro vezes por semana
• Mantenha o peso ideal, evite a obesidade
• Adote alimentação saudável: pouco sal, poucas frituras e mais frutas, verduras e legumes
• Reduza o consumo de álcool
• Abandone o cigarro
• Use os medicamentos conforme orientação médica
• No caso de angina e infarto há também em alguns pacientes a necessidade de angioplastia das coronárias (artérias do coração), com ou sem stents (molas expansoras) e as cirurgias de ponte safena e artérias mamária e radial
• Nunca pare o tratamento. Ele é para a vida toda
• Siga as orientações do seu médico ou profissional da saúde
• Evite o estresse. Tenha tempo para a família, os amigos e o lazer
• Ame e seja amado.

Revista Cardiologia em Goiás, setembro de 2011.

Um comentário:

  1. Bom dia.

    Um salmo, sem motivo especifico por ter deixado no seu blogger, mas especifico para que leia as Escrituras de Deus, pois ela sempre fala ao nosso ser.

    SALMO 17
    1 OUVE, SENHOR, a justiça; atende ao meu clamor; dá ouvidos à minha oração, que não é feita com lábios enganosos.
    2 Saia a minha sentença de diante do teu rosto; atendam os teus olhos à razão.
    3 Provaste o meu coração; visitaste-me de noite; examinaste-me, e nada achaste; propus que a minha boca não transgredirá.
    4 Quanto ao trato dos homens, pela palavra dos teus lábios me guardei das veredas do destruidor.
    5 Dirige os meus passos nos teus caminhos, para que as minhas pegadas não vacilem.
    6 Eu te invoquei, ó Deus, pois me queres ouvir; inclina para mim os teus ouvidos, e escuta as minhas palavras.
    7 Faze maravilhosas as tuas beneficências, ó tu que livras aqueles que em ti confiam dos que se levantam contra a tua destra.
    8 Guarda-me como à menina do olho; esconde-me debaixo da sombra das tuas asas,
    9 Dos ímpios que me oprimem, dos meus inimigos mortais que me andam cercando.
    10 Na sua gordura se encerram, com a boca falam soberbamente.
    11 Têm-nos cercado agora nossos passos; e baixaram os seus olhos para a terra;
    12 Parecem-se com o leão que deseja arrebatar a sua presa, e com o leãozinho que se põe em esconderijos.
    13 Levanta-te, SENHOR, detém-no, derriba-o, livra a minha alma do ímpio, com a tua espada;
    14 Dos homens com a tua mão, SENHOR, dos homens do mundo, cuja porção está nesta vida, e cujo ventre enches do teu tesouro oculto. Estão fartos de filhos e dão os seus sobejos às suas crianças.
    15 Quanto a mim, contemplarei a tua face na justiça; eu me satisfarei da tua semelhança quando acordar.

    Abraços
    Jesus Cristo te Ama!

    ResponderExcluir